RÚSSIA SUSPENDE CERTIFICAÇÃO DA PARMALAT NO PARAGUAI

20/02/2017
 |   

Parmalat – O Serviço Federal de Vigilância Sanitária e Fitossanitária da Rússia suspendeu a certificação da Parmalat para exportação de produtos lácteos. A indústria era uma das três habilitadas para embarque de produtos lácteos ao mercado russo. Em novembro de 2014 o país euroasiático habilitou as empresas de laticínios Parmalat, La Holanda e Cooperativa Chortitzer. La Holanda e Chortitzer estão na categoria verde de fornecedores, o que significa que podem exportar para a Rússia sem nenhum tipo de restrição. No caso do leite em pó, no ano passado foram realizados os primeiros embarques para o mercado russo. La Holanda, com sua marca Lactolanda, exportou 25 toneladas de leite em pó para a Rússia, segundo um relatório do departamento de exportação da empresa. Hoje encerra a Prodexpo, a maior feira de alimentos da Rússia e Leste Europeu, e o evento contou com a participação de várias empresas nacionais que buscaram aumentar as exportações ao mercado russo e eurasiático. Entre os produtos que foram promovidos figuram os lácteos, carnes, grãos, cana paraguaia, stévia, açúcar, doces e vários outros alimentos, informaram representantes do Governo Paraguaio. “Os países da União Euroasiática importam grandes quantidades de produtos agrícolas e o Paraguai pode oferecer uma quantidade importante”, disse Ramón Díaz, embaixador paraguaio na Federação Russa.

 

Data da Publicação: 20/02/2017.

Fonte: Laticínio.net

http://www.laticinio.net/noticias/completa/18337_russia-suspende-certificacao-da-parmalat-no-paraguai

 

Novo comentário:

Por favor, digite a sequência de caracteres da imagem acima para validar o envio do formulário.

Voltar