MARCA NILZA VOLTA AO MERCADO APÓS SER ADQUIRIDA PELA GOIASMINAS

17/06/2015
 |   

Após adquirir a marca Nilza por R$ 7 milhões, em janeiro deste ano, a Goiasminas, dona da Italac, anunciou a volta ao mercado da antiga líder no mercado paulista de leite longa vida. Segundo comunicado enviado à reportagem, além dos leites integral, semidesnatado, desnatado e sem lactose, a empresa passa a comercializar também a linha de derivados e processados composta por creme de leite, leite condensado, leite em pó e bebida láctea sabor chocolate.

 

Questionada pela reportagem, a empresa não informou qual será a estratégia de reposicionamento da Nilza no mercado, já que a marca dividirá as gôndolas dos supermercados com a própria Italac. A Goiasminas também não revelou os valores envolvidos na campanha, cujo slogan será “Chega de saudades: o sabor de Nilza está de volta”. A Goiasminas espera resgatar a tradicional marca, cuja empresa, a Indústria e Alimentos Nilza, faliu e teve parte dos bens leiloados judicialmente.

 

Com a marca Nilza avaliada na época em R$ 5,2 milhões, a Goiasminas se propôs a pagar R$ 6,05 milhões e, durante as negociações no leilão realizado em novembro do ano passado, ampliou a proposta para R$ 7 milhões. A venda foi autorizada pela Justiça em janeiro, com o pagamento de 30%, ou R$ 2,1 milhões, à vista e o restante em 24 parcelas. Além da marca, o único ativo leiloado com sucesso no pregão foi a unidade de Campo Belo (MG) da companhia, arrematada por R$ 9 milhões pela Novamix, dona da marca Quatá, que já arrendava a planta, onde também produz leite longa vida, creme de leite e achocolatado.

 

A Goiasminas é uma das maiores indústrias de laticínios do País, com oito unidades fabris nos Estados de Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rondônia e Pará. A companhia processa leite de mais de 17.500 pecuaristas, tem capacidade de captação superior a 7 milhões de litros por dia, mas não informou se vai ampliar a produção por causa da marca Nilza. A empresa atinge uma rede de 20 mil pontos de vendas entre varejistas, atacadistas e distribuidores.

 

Data da Publicação: 17/06/15

Fonte: Laticinio net

 

Novo comentário:

Por favor, digite a sequência de caracteres da imagem acima para validar o envio do formulário.

Voltar